PUBLICIDADE
Topo

Visita de Harry e Meghan ao Marrocos terá equitação e gastronomia

21/02/2019 09h31

Rabat, 21 fev (EFE).- Aos sete meses de gravidez, Meghan Markle visitará o Marrocos a partir de sábado e terá a uma intensa agenda, na qual constam visitas a uma escola rural e um exclusivo clube equestre de Rabat, assim como demonstrações da gastronomia local, de acordo com os detalhes revelados nesta quinta-feira pela embaixada britânica no país.

Os duques de Sussex realizarão a primeira visita oficial ao país desde a ocorrida em 2011, quando o príncipe Charles esteve no Marrocos.

A agenda possui uma mistura de atividades sociais e empresariais junto a eventos mais próprios do meio aristocrático, e se desenvolverão entre a região montanhosa de Asni, em pleno Atlas marroquino, e a capital, Rabat.

Logo após chegar ao aeroporto de Casablanca na tarde de sábado, Harry e Meghan irão a Marrakech, para dedicar o dia seguinte a visitar uma escola de Asni ("Education for All") fundada por um britânico para dar oportunidades às meninas do meio rural, e posteriormente visitarão um centro de ensino médio.

Asni é a região onde um comando terrorista seguidor do jihadista Estado Islâmico assassinou em dezembro duas turistas escandinavas, decapitadas dentro da barraca em que estavam, um fato que causou grande comoção no Marrocos.

Na tarde de sábado, os príncipes irão a Rabat de helicóptero para presidir uma recepção na Embaixada britânica.

A segunda-feira, onde toda a agenda se desenvolve em Rabat, é o dia mais intenso: o casal começará com uma visita à Federação Real Equestre, depois irá ao Jardim De Al-Andalus, onde se reunirão com jovens empresários, e terminarão o dia com demonstrações gastronômicas do Chef Moha, um dos cozinheiros mais reputados do país.

Durante a tarde, serão recebidos por algum membro da família real marroquina, mas por enquanto está descartado um encontro com o rei Mohammed VI.

Esse será o último ato da visita. Depois disso, os príncipes retornarão a Londres. EFE