PUBLICIDADE
Topo

Novo relatório fala de 400 casos de abusos sexuais na Igreja polonesa

22/02/2019 09h09

Varsóvia, 22 fev (EFE).- Um novo relatório divulgado na Polônia documenta cerca de 400 casos de abusos sexuais protagonizados por religiosos nesse país.

O documento foi divulgado pela fundação "Não Tenha Medo", uma organização que apoia as vítimas de abusos sexuais cometidos por sacerdotes na Polônia.

O documento detalha os casos de 85 sacerdotes condenados por abusos, outros 88 cujos supostos abusos foram revelados pela imprensa, e outros 95 acusados por supostas vítimas, explicou à Agência Efe Agata Zyglewska, uma das autoras do relatório.

O texto também cita 24 arcebispos e bispos poloneses, acusados pela "Não Tenha Medo" de esconder abusos.

"Esperamos que a hierarquia eclesiástica polonesa assuma no final sua responsabilidade", acrescentou Zyglewska.

O episcopado polonês insiste em que existe "tolerância zero" com os abusos sexuais cometidos pelo clero.

A publicação do relatório aconteceu depois que ontem foi derrubada em Gdansk (norte da Polônia) a estátua de um religioso morto em 2011, acusado de abusos sexuais contra menores. EFE