PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Enviado dos EUA garante que não está se reunindo com representantes de Maduro

26/02/2019 22h24

Nações Unidas, 26 fev (EFE).- Elliott Abrams, o enviado especial dos Estados Unidos para a Venezuela, garantiu nesta terça-feira que não está se reunindo com representantes de Nicolás Maduro.

"Não estou tendo nenhuma reunião com representantes do regime de Maduro", disse Abrams aos jornalistas, quando perguntado pela possibilidade de um encontro com o chanceler venezuelano, Jorge Arreaza, com quem coincidiu hoje na sede das Nações Unidas em Nova York.

Arreaza assegurou em várias ocasiões ter tido pelo menos dois encontros com o diplomata americano e na sexta-feira passada tinha dito que esperava poder voltar a encontrá-lo em breve.

Hoje, durante seu discurso diante do Conselho de Segurança, o chefe da diplomacia venezuelana citou parágrafos de um livro do qual disse ter presenteado uma cópia a Abrams durante seu último encontro.

O governo dos EUA reconheceu ter mantido conversas com representantes de Maduro sobre a situação de seu pessoal diplomático em Caracas, mas não quis dar detalhes sobre esses contatos.

Segundo disse no último dia 19 de fevereiro o porta-voz do Departamento de Estado, Robert Palladino, o objetivo dos contatos era garantir a segurança do pessoal americano, a quem Maduro tinha dado um prazo para sair do país.

Nesta terça-feira, um alto funcionário americano garantiu que os EUA estão dispostos a falar com Maduro unicamente "sobre sua saída e os detalhes da sua saída". EFE

Internacional