PUBLICIDADE
Topo

Buhari é reeleito presidente na Nigéria; principal rival rejeita resultados

27/02/2019 02h16

(Acrescenta dados e declarações da Comissão Eleitoral).

Abuja, 27 fev (EFE).- O presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari, foi reeleito para um novo mandato de quatro anos após os pleitos do sábado passado, segundo os resultados finais divulgados nesta quarta-feira pela Comissão Eleitoral Independente da Nigéria (INEC, sigla em inglês).

O Partido Democrático Popular (PDP), de seu rival Atiku Abubakar, rejeitou os resultados, que dão quatro milhões de votos a mais ao atual presidente, de 76 anos e líder do governante Congresso de Todos os Progressistas (APC).

Segundo a apuração da comissão eleitoral, o APC ganhou em 19 dos 36 estados, enquanto o PDP venceu em 17 estados e na capital Abuja.

Buhari obteve cerca de 15,2 milhões de votos, enquanto Abubakar ficou com pouco mais de 11,2 milhões, afirmou o presidente da INEC, Mahmood Yakubu, em comunicado oficial.

"Muhammadu Buhari, da APC, tendo cumprido as exigências da lei e obtido o maior número de votos, é declarado vencedor e é reeleito", disse Yakubu.

A participação nas eleições foi baixa, já que dos 82,34 milhões de eleitores registrados, o "número total de eleitores credenciados" ficou em 29,36 milhões, afirmou o chefe da INEC.

O PDP tinha já rejeitado os resultados ao tachá-los de "incorretos e inaceitáveis", segundo disse o presidente do partido, Uche Secondus, em entrevista coletiva na capital nigeriana.

O partido opositor sustenta que seus representantes detectaram "irregularidades" nos resultados de alguns estados e acusou o atual governo de "confabular" com o órgão eleitoral.

A Nigéria foi às urnas no sábado passado para escolher o presidente em uma jornada obscurecida por incidentes violentos que deixaram pelo menos 39 mortos, segundo dados de observadores de associações civis. EFE

Internacional