PUBLICIDADE
Topo

Análise de caixas-pretas de avião será feita no exterior, diz Etiópia

13/03/2019 11h36

Adis Abeba, 13 mar (EFE).- A Etiópia enviará ao exterior as duas caixas-pretas do avião da Ethiopian Airlines que caiu no domingo perto de Adis Abeba e deixou 157 mortos para a análise, confirmou à Agência Efe um porta-voz da companhia aérea.

"Dado que nós não temos as capacidades técnicas e a experiência na matéria, as caixas-pretas serão enviadas ao exterior para sua análise", acrescentou o responsável de relações públicas da companhia aérea, Biniyam Demsie.

Por enquanto, não foi decidido nem quando e nem a qual país serão levadas as caixas que registram a atividade dos instrumentos do avião e as conversas dos tripulantes, indicou o porta-voz.

As caixas-pretas podem ser cruciais para esclarecer a causa do acidente do Boeing 737 MAX 8 que no domingo caiu poucos minutos depois de decolar do Aeroporto Internacional Bole de Adis Abeba, com rumo a Nairóbi.

Após seis minutos de voo, o pilotou reportou "dificuldades" e solicitou o retorno ao aeroporto etíope, pedido que foi autorizado, mas o avião caiu antes de voltar, causando a morte de todos seus ocupantes.

Os 157 mortos pertenciam a 35 nacionalidades, sobretudo do Quênia, Etiópia e Canadá, além de 22 membros de várias agências das Nações Unidas

A tragédia fez com que vários países no mundo todo proibissem nesta semana em seus espaços aéreos o uso do Boeing 737 MAX 8, devido às dúvidas que surgiram sobre sua segurança. EFE