PUBLICIDADE
Topo

Panamá lamenta tiroteio em escola de São Paulo que deixou 10 mortos

13/03/2019 16h13

Cidade do Panamá, 13 mar (EFE).- O governo do Panamá expressou nesta quarta-feira suas condolências pelo tiroteio em uma escola da cidade de Suzano, em São Paulo, que deixou pelo menos 10 mortos, entre eles cinco menores de idade.

"Lamentamos este fato que trunca o futuro de tantas crianças e jovens e estendemos nossas condolências aos parentes das vítimas, neste momento de dor por tão irreparável perda", declarou o governo do presidente panamenho, Juan Carlos Varela.

De acordo com as autoridades, dois homens encapuzados entraram esta manhã na escola Raul Brasil, em Suzano, a 60 quilômetros da capital paulista, e efetuaram vários disparos.

Segundo a Polícia Militar, os indivíduos portavam um número não identificado de revólveres, assim como artefatos semelhantes a explosivos, além de facões e uma besta (armamento com arco e flecha).

Até agora, as autoridades confirmaram que oito pessoas, entre elas cinco alunos do ensino médio, morreram no ataque, além dos dois atiradores, que se suicidaram em seguida. Além disso, outras nove ficaram feridas. EFE