PUBLICIDADE
Topo

Tiroteio entre militares e bandidos deixa 4 mortos no oeste da Bolívia

13/03/2019 18h11

La Paz, 13 mar (EFE).- Um enfrentamento entre militares e ladrões de minérios na região de Oruro, no oeste da Bolívia, deixou quatro mortos, informaram nesta quarta-feira fontes policiais.

O diretor nacional da Força Especial da Luta contra o Crime, William Cordero, confirmou a jornalistas que quatro pessoas morreram no confronto, algumas delas já no hospital.

O incidente ocorreu na noite de ontem perto de um posto de controle do Exército da Bolívia na estrada que liga a cidade de Huanuni a Llallagua, no departamento de Potosi.

Os bandidos chegaram ao local em três veículos e abriram fogo contra os militares. Eles também chegaram a lançar explosivos contra o posto, conhecido como "El Bunker Kataricagua", segundo o ministro da Defesa da Bolívia, Javier Zaveleta.

Segundo o ministro, este foi o segundo ataque contra o Exército nas últimas semanas. No fim de fevereiro, pessoas armadas dispararam contra uma patrulha e deixaram quatro militares feridos.

Zavaleta afirmou que as investigações preliminares indicaram que os ladrões não são mineradores ou trabalhadores da região.

O Exército faz a segurança externa da região de Huanuni, em Oruro, uma das principais jazidas de estanho do país, desde 2008. Policiais se encarregam de proteger a parte interna da mina.

A estatal que cuida da jazida registrou no ano passado uma perda de US$ 24 milhões pelo roubo de minerais no local. EFE