PUBLICIDADE
Topo

Peru envia condolências à Nova Zelândia e condena ataques a mesquitas

15/03/2019 11h49

Lima, 15 mar (EFE).- O Governo do Peru expressou nesta sexta-feira suas condolências à Nova Zelândia pelas 49 vítimas dos ataques armados contra duas mesquitas da cidade de Christchurch, e condenou a violência em todas as suas formas.

Através de um comunicado da Chancelaria, o Peru expressou "as suas condolências e estende toda sua solidariedade ao Governo e ao povo da Nova Zelândia, assim como aos familiares de vítimas e feridos".

Da mesmo forma, o governo do presidente peruano, Martín Vizcarra, condenou "a violência em todas as suas diversas formas e manifestações e rejeita todo ato que ataque os valores e princípios que sustentam a convivência pacífica".

Nos ataques, que aconteceram em plena luz do dia e no momento em que centenas de muçulmanos faziam sua oração da sexta-feira, morreram 41 pessoas na mesquita de Al Noor e outras sete na de Linwood, a 6,5 quilômetros a leste da primeira.

Outra pessoa morreu depois em um hospital da cidade, onde são atendidos 48 feridos, entre eles crianças. EFE