PUBLICIDADE
Topo

Internacional

EUA comemoram decisão do BID de reconhecer indicado por Guaidó

16/03/2019 16h34

Washington, 16 mar (EFE).- A Casa Branca comemorou neste sábado a decisão do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) de reconhecer Ricardo Hausmann, o enviado do líder opositor venezuelano Juan Guaidó, autoproclamado presidente do país.

"Os países do BID votaram para reconhecer o indicado pelo presidente interino Guaidó como representante da Venezuela no BID", escreveu o assessor de Segurança Nacional dos Estados Unidos, John Bolton, em seu perfil oficial no Twitter.

"Esse é um passo importante para a futura reconstrução e prosperidade de uma Venezuela livre da corrupção de (Nicolás) Maduro", completou Bolton.

Os governadores do BID e da Corporação Interamericana de Investimentos (CII), braço para investimentos no setor privado da organização, aprovaram ontem o reconhecimento de Hausmann como representante da Venezuela.

O BID é a primeira instituição financeira internacional a reconhecer um enviado da oposição de Maduro. Em janeiro, quando Guaidó se autoproclamou presidente da Venezuela, o presidente do BID, Luis Alberto Moreno, expressou a vontade da instituição de trabalhar com o chefe da Assembleia Nacional do país.

Em maio do ano passado, o BID suspendeu o crédito para a Venezuela após o governo de Maduro deixar de pagar US$ 88,3 milhões ao órgão. Na ocasião, Moreno afirmou que não pretendia conceder empréstimos ao país até que a dívida fosse quitada.

O BID é a principal fonte de financiamento para o desenvolvimento da América Latina e do Caribe. EFE

Internacional