PUBLICIDADE
Topo

Suspeito de assassinar chefe da Família Gabino é preso em Nova Jersey

16/03/2019 19h40

Nova York, 16 mar (EFE).- A Polícia de Nova York anunciou neste sábado a prisão do suspeito de assassinar Francesco "Frank" Cali, chefe da Família Gambino, uma das principais organizações mafiosas do país, morto a tiros na última quarta-feira.

O chefe dos detetives da Polícia de Nova York (NYPD), Dermot Shea, informou que o suspeito, Anthony Comello, de 24 anos, foi preso na cidade de Brick, no estado vizinho de Nova Jersey.

Cali foi baleado sete vezes na porta de um imóvel de sua propriedade em Staten Island. O atirador estava em uma caminhonete azul e ainda atropelou o mafioso antes de fugir.

"Acreditamos que recuperamos o veículo. Conseguimos recuperar impressões digitais que agora estão sendo analisadas", disse Shea.

Apesar da prisão, o oficial da NYPD destacou que as investigações ainda estão em fase inicial e que muitas provas ainda estão sendo processadas pelos detetives do órgão.

Shea explicou que uma das prioridades dos policiais é proteger as famílias dos envolvidos no crime pela possibilidade de represálias.

Fontes da NYPD disseram à imprensa local que o possível suspeito tinha uma relação com uma familiar do mafioso, que teria exigido que os dois se afastassem. Shea não confirmou a hipótese na entrevista.

Jornalistas nova-iorquinos descreveram Frank Cali como um mafioso da "velha guarda", mais preocupado em ganhar dinheiro para as cinco famílias da máfia da cidade do que produzir manchetes.

Nascido na Sicília, Frank se casou com uma sobrinha do chefe da Família Gambino, John Gambino, e chegou ao comando da organização em 2015, depois da "aposentadoria" de Domenico Cefalu.

Em 2008, Frank foi um dos 77 mafiosos presos na Operação Old Bridge, a maior ação contra a Cosa Nostra na Itália e nos Estados Unidos desde a década de 1980, que marcou o declive final do grupo.

Ele cumpriu 10 meses de prisão por um crime de extorsão porque as autoridades americanas e italianas não conseguiram provar que Frank era embaixador em Nova York de famílias mafiosas na Sicília.

O assassinato de Cali é o primeiro em décadas de um chefe da Máfia em Nova York e o de um líder da família Gambino desde John Gotti, em 1985, ordenasse a morte de Paul Castellano para tomar o poder da organização.

A Família Gambino, uma das cinco que compõem a máfia siciliana de Nova York, chegou a ser considerada a maior organização criminosa dos Estados Unidos dedicada a todos os tipos de atividades criminosas até sua decadência, na década de 1990, por conta das ações das autoridades americanas. EFE