PUBLICIDADE
Topo

Cerca de 1.000 membros da Polícia venezuelana desertam para a Colômbia

17/03/2019 21h59

Bogotá, 17 mar (EFE).- Cerca de mil membros da Polícia da Venezuela desertaram para a Colômbia na busca de proteção e entregaram seu armamento e uniformes, que estão sob custódia das autoridades colombianas.

A Chancelaria da Colômbia detalhou em comunicado que junto a eles chegaram cerca de 400 membros das suas famílias, pelo que o Governo colombiano estabeleceu um procedimento de "recepção e atendimento" que tem como base as disposições internacionais sobre direitos humanos.

O Ministério de Relações Exteriores acrescentou que os desertores foram entrevistados pelas autoridades migratórias e receberam atendimento em saúde, apoio legal, alojamento provisório e alimentos.

Além disso, a Chancelaria informou que "um número significativo de membros deste grupo "está tramitando pedidos de refúgio e quem já teve a demanda aprovada receber os "salvo-condutos" que lhes permitirão permanecer na Colômbia enquanto a Chancelaria realiza os procedimentos correspondentes.

O Governo colombiano também destacou o apoio logístico dado pelo escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur).

"Vale a pena esclarecer que o Governo colombiano não tolerará nenhuma alteração do ordem pública ou ameaças à segurança por parte de nenhum cidadão, de nenhuma condição ou nacionalidade, e estará atento a tomar as decisões devidas em caso de acontecer alguma ameaça desta natureza", acrescentou a Chancelaria. EFE