PUBLICIDADE
Topo

Cazaquistão inicia construção da maior mesquita da Ásia Central

18/03/2019 13h18

Astana, 18 mar (EFE).- O presidente do Cazaquistão, Nursultan Nazarbaev, colocou nesta segunda-feira a primeira pedra da nova mesquita de Astana, destinada a ser a maior da Ásia Central e da pós-soviética Comunidade dos Estados Independentes (CEI).

"Aqui ergueremos uma mesquita, que será a maior da Ásia Central", afirmou o presidente cazaque.

O Palácio Presidencial de Ak Orda confirmou ao correspondente da Agência Efe em Astana que também será a maior instituição deste tipo na CEI.

A Mesquita Principal de Astana ocupará uma superfície de 57.000 metros quadrados e a altura da cúpula central será de 63 metros, enquanto os minaretes se alçarão a 130 metros de altura.

O centro religioso terá capacidade para receber mais de 30.000 fiéis.

A superfície da sala principal de orações será de 15.000 metros quadrados, enquanto a sala de orações femininas será de 3.000 metros quadrados.

Além disso, o imóvel disporá de um museu do islã, uma biblioteca, escritórios e outras instituições.

Nazarbaev afirmou que esta mesquita, que estará situada junto ao Pavilhão de Exposições, "se transformará em um centro religioso para todo o mundo muçulmano e no emblema da capital do Cazaquistão".

Segundo o presidente, o projeto não será financiado com fundos do orçamento estatal, mas por meio de um fundo especial "ao qual poderão contribuir todos os cazaques".

"Estou agradecido a todos os empresários bem-sucedidos que agora participam desta nobre causa", declarou.

Além disso, ressaltou que a nova mesquita, além de centro religioso, se transformará em uma atração para os turistas que visitarem a capital cazaque.

O presidente cazaque controlará pessoalmente o avanço das obras, segundo o próprio garantiu. EFE