PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Espanha e Cazaquistão consolidam laços comerciais

19/03/2019 14h56

Madri, 19 mar (EFE).- Espanha e Cazaquistão reforçaram nesta terça-feira o compromisso de continuar trabalhando para melhorar o clima empresarial entre ambos os países em um encontro bilateral realizado na sede da Câmara de Comércio da Espanha, em Madri.

"Tanto Espanha quanto Cazaquistão são duas economias que crescem de forma muito significativa, com boas perspectivas também para este ano, cada vez mais aberta e com maior interesse em fomentar o comércio internacional", disse a Secretária de Estado de Comércio, Xiana Méndez.

O embaixador do Cazaquistão na Espanha, Konstantin Zhigalov, e o vice-ministro das Relações Exteriores cazaque, Yermek Kosherbayev, cujo ministério tem desde dezembro como principal missão impulsionar o investimento estrangeiro no Cazaquistão, também estiveram presentes.

"É muito importante usar o potencial das embaixadas, especialmente no que se refere a atrair investimento do exterior. Elas devem ser as janelas para os investidores que gostariam de ir ao Cazaquistão", disse à Agência Efe Kosherbayev.

O vice-ministro cazaque destacou a excelente relação diplomática entre os dois países e o interesse do Cazaquistão no potencial tecnológico da Espanha, cujas empresas têm cada vez mais presença nos setores de infraestruturas de transporte, energias renováveis, gestão de resíduos urbanos, farmacêutico e da agroindústria.

Segundo a Secretária de Estado de Comércio, as exportações espanholas no país centro asiático alcançaram os 120 milhões de euros em 2018, enquanto as importações se situaram em 2,1 bilhões.

"Importamos petróleo do Cazaquistão e exportamos produtos de alto valor agregado, mas os números ainda são inferiores ao que o dinamismo das nossas economias poderia conseguir", disse Méndez.

Em setembro, Espanha e Cazaquistão assinaram dois memorandos de cooperação financeira entre a organização estatal cazaque Baiterek Holding e a Secretaria de Estado de Comércio da Espanha e Cofides, que marcaram um novo rumo na cooperação econômica entre esses dois países. Ao mesmo tempo, o Cazaquistão é o único país da Ásia Central que assinou um acordo de segunda geração com a União Europeia (UE), o que reforça o seu papel como principal parceiro comercial. EFE

Internacional