PUBLICIDADE
Topo

Começa na Califórnia a "maior reunião de católicos dos EUA"

21/03/2019 19h48

Los Angeles, 21 mar (EFE).- O Congresso de Educação Religiosa 2019, conhecido como a "maior reunião de católicos dos Estados Unidos", começou nesta quinta-feira no Centro de Convenções de Anaheim, ao sudeste de Los Angeles, na Califórnia, com representantes de 22 países.

Na sua 63ª edição e sob o lema "Sede de Justiça", o evento analisará a ajuda a imigrantes centro-americanos na busca de asilo.

Também aparece na programação um discurso do arcebispo de Los Angeles, Monsenhor José Gómez, sobre o Sínodo da Juventude realizado em Roma, e uma exposição de arte sobre o arcebispo de San Salvador, Óscar Arnulfo Romero, que foi canonizado no ano passado.

O escritório de Educação Religiosa da arquidiocese de Los Angeles é o responsável por organizar o Congresso, que começou hoje com "O Dia da Juventude".

A primeira jornada começou com uma missa celebrada pelo arcebispo de Los Angeles. Segundo os organizadores, o encontro de hoje reuniu cerca de 12.000 pessoas e incluiu oficinas, conferências e apresentações musicais dirigidas aos jovens católicos.

O orador principal desta jornada foi o sacerdote Mike Schmitz, da diocese de Duluth, em Minnesota, e capelão do Centro Newman na Universidade de Minnesota-Duluth.

Schmitz ministrou a conferência "Confiança imparável: confie em um mundo onde no final todos morrem", na qual enfatizou a "segurança em Deus para enfrentar a vida diária e a morte inevitável".

O público presente também pôde participar de palestras como a do intérprete de música religiosa John Angotti, sob o título de "Uma raça: um diálogo para derrotar o racismo", ou a oferecida por Katherine Angulo sobre como desenvolver uma "contracultura de fé" em um mundo dominado pelo materialismo e pela falta de religião.

O evento acontece até o próximo domingo e receberá um total de 193 oradores e 309 oficinas em inglês, espanhol e vietnamita, além de exposições artísticas, musicais e de cinema.

"Quando olho as estrelas quero entender o quão assombroso é Deus. O mesmo Deus que nos ama, nos conhece e que quer que construamos uma relação com ele", disse em seu discurso o sacerdote Rob Galea, que também é blogueiro, compositor e intérprete de música cristã contemporânea. EFE