PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Netanyahu agradece a Trump por posição pró-Israel sobre as Colinas de Golã

21/03/2019 15h19

Jerusalém, 21 mar (EFE).- O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, agradeceu ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, por sua disposição de reconhecer a "plena soberania" de Israel sobre as Colinas de Golã, ocupadas pela Síria desde a Guerra dos Seis Dias, de 1967.

"Em um momento no qual o Irã procura utilizar a Síria como plataforma para destruir Israel, @POTUS Trump valentemente reconhece a soberania israelense nas Colinas de Golã. Obrigado, presidente Trump!", escreveu Netanyahu no Twitter em resposta a Trump.

O presidente americano havia afirmado na mesma rede social que, "depois de 52 anos, chegou a hora de os Estados Unidos reconhecerem a plena soberania de Israel sobre as Colinas de Golã, que são de uma importância crucial do ponto de vista estratégico e de segurança para Israel e para a estabilidade regional".

A mudança de política da Casa Branca sobre as Colinas do Golã, território que fica na fronteira entre Israel, Síria, Líbano e Jordânia, acontece às vésperas da visita de Netanyahu a Washington, prevista para o próximo dia 25, e a 20 dias das eleições gerais israelenses, e por isso é vista por alguns analistas políticos como um sinal de apoio ao primeiro-ministro, que tenta um novo mandato. EFE

Internacional