PUBLICIDADE
Topo

Sobe para 96 o número de mortos em naufrágio no norte do Iraque

22/03/2019 14h57

Mossul (Iraque), 22 mar (EFE).- O número de mortos no naufrágio de uma embarcação que fazia a travessia do rio Tigre na cidade de Mossul, no norte do Iraque, subiu para 96 nesta sexta-feira, informou o Ministério da Saúde iraquiano.

De acordo com um comunicado do porta-voz do ministério, Seif Badr, outras 60 pessoas foram resgatadas com vida do rio, mas não há informação sobre o número de desaparecidos.

Nenhuma fonte oficial informou quantas pessoas estavam na balsa, cuja lotação estava acima de sua capacidade máxima, e muitas vítimas ainda se encontram em paradeiro desconhecido.

A embarcação, que tinha capacidade para 50 pessoas, naufragou perto de uma ilha turística chamada Om al Rabiain, na região dos bosques de Mossul, e arrastou para o fundo muitas pessoas que estavam a bordo quando o casco virou sobre elas.

As vítimas também foram levadas pela forte corrente no rio Tigre no momento do acidente.

Na quinta-feira, várias pessoas estavam reunidas na área de atrações de Mossul para celebrar, entre outras festas, o Noruz (ano novo curdo), o dia das mães e o primeiro dia da primavera.

O primeiro-ministro iraquiano, Adil Abdel Mahdi, anunciou a formação de um "gabinete de crise" dirigido pelo comando das forças armadas, que se encarregará de acompanhar as investigações, segundo um comunicado oficial.

O presidente iraquiano, Barham Salih, visitou hoje Mossul, mas foi hostilizado por centenas de pessoas que o obrigaram a deixar o local, conforma presenciou a Agência Efe.

Salih deixou o lugar do acidente escoltado pelas forças de segurança e outros integrantes do governo que visitavam o local. EFE