PUBLICIDADE
Topo

Esposa de Juan Guaidó denuncia ataque contra o líder opositor em Caracas

26/03/2019 20h53

Nova York, 26 mar (EFE).- Fabiana Rosales, esposa de Juan Guaidó, que se autoproclamou presidente em exercício da Venezuela, denunciou nesta terça-feira um ataque contra o líder opositor em Caracas, no qual apontaram armas e lançaram gás lacrimogêneo contra seu veículo.

"São atentados contra sua vida e sua integridade física. Denunciamos mais uma vez que tentam acabar com Juan Guaidó", disse Rosales em sua chegada a Nova York, onde continua sua viagem por vários países do continente.

A esposa de Guaidó, líder do parlamento venezuelano, garantiu que já havia acontecido anteriormente ataques contra membros do Legislativo por parte de coletivos armados que apoiam o governo de Nicolás Maduro.

De acordo com Rosales, seu marido foi atacado hoje quando saía do parlamento, na capital venezuelana.

"Foi muito grave, muito lamentável o ocorrido hoje, poderia ter terminado em uma tragédia", afirmou Rosales na porta Igreja de Santa Teresa, em Manhattan, onde foi celebrada uma missa pela Venezuela e na qual aproveitou para se reunir com membros da comunidade venezuelana em Nova York.

Rosales declarou ainda que tinha conseguido falar seu marido após o ataque: "Ele pediu que eu ficasse tranquila. Sempre me diz para que fique tranquila".

Rosales chegou a Nova York depois de passar por Chile e Peru; e nesta quarta-feira se reunirá em Washington com o vice-presidente dos EUA, Mike Pence. Além disso, se encontrará na quinta-feira com a primeira-dama americana, Melania Trump. EFE