PUBLICIDADE
Topo

Terrorista envolvido em atentado no metrô de Moscou em 2010 é detido

28/03/2019 08h41

Moscou, 28 mar (EFE).- O Serviço Federal de Segurança (FSB, antiga KGB) da Rússia deteve nesta quinta-feira um dos supostos envolvidos no duplo atentado terrorista cometido em 2010 em duas estações de metrô de Moscou, que deixou 39 mortos e 128 feridos.

Na ocasião, as autoridades russas afirmaram que o ataque tinha sido cometido pela guerrilha islâmica liderada por Magomedali Bagabov, desarticulada posteriormente.

"O FSB junto com o Comitê de Investigações da Rússia da região de Khasavyurt da República do Daguestão deteve um dos membros do grupo terrorista de Bagabov", informou a entidade, citada pela agência russa "Interfax".

O FSB acrescentou que o suspeito foi capturado ontem e que o mesmo já foi levado para Moscou.

O detido deve ser acusado de participação em atentados terroristas como parte de um grupo organizado, segundo disse a porta-voz do Comitê, Svetlana Petrenko.

A porta-voz acrescentou que a Promotoria pediu a prisão preventiva para o detido.

A Rússia tem sido alvo de vários ataques terroristas contra meios de transporte. O mais recente aconteceu em abril de 2017, quando uma bomba explodiu em um vagão do metrô de São Peterburgo, deixando 16 mortos e 70 feridos. EFE