Topo

Número de turistas alemães mortos em acidente na ilha da Madeira sobe para 29

RUI SILVA / AFP
Bombeiros ajudam vítimas de acidente com ônibus de turismo na ilha da Madeira, em Portugal Imagem: RUI SILVA / AFP

Em Lisboa

2019-04-17T21:04:00

17/04/2019 21h04

O número de cidadãos alemães mortos no acidente com um ônibus de turismo na ilha da Madeira, em Portugal, subiu para 29 após uma das passageiras não resistir aos ferimentos apesar de ter sido internada na UTI de um hospital da região.

Segundo o último boletim do Hospital de Funchal, além dos 29 alemães mortos, outras 27 pessoas ficaram feridas no acidente, entre elas o motorista do ônibus e o guia, ambos portugueses. Dois deles estão na UTI em estado crítico, e outros dois receberam alta.

O acidente ocorreu na cidade de Caniço, na província de Funchal, repleta de praias muito frequentadas por turistas alemães.

O veículo, que transportava mais de 50 pessoas, saiu da pista de uma estrada e caiu sobre uma casa que fica a 300 metros do hotel Quinta Esplêndida, onde estavam hospedados os turistas.

O Ministério Público investiga as circunstâncias do acidente. A imprensa portuguesa ouviu testemunhas que indicaram ter havido um problema no freio do ônibus pouco antes da colisão.

As autoridades locais informaram que o veículo foi fabricado há apenas cinco anos e que a estrada regional onde o acidente ocorreu foi repavimentada há dois anos.

Os turistas que estavam em outro ônibus que acompanhava o primeiro veículo estão recebendo atendimento psicológico já que muitos são amigos e familiares das vítimas.

O secretário de Saúde da ilha da Madeira, Pedro Ramos, disse que alguns corpos das vítimas, levados ao Instituto de Medicina Legal de Funchal, ainda não foram identificadas. Além disso, o Hospital de Funchal está colocando em operação um serviço de atendimento por telefone para dar mais informações aos parentes dos turistas.

O acidente desta quarta-feira foi a maior tragédia ocorrida na ilha da Madeira desde as graves inundações registradas em 2010, que deixaram mais de 40 mortos na região.

Considerando apenas incidentes de trânsito, o mais grave ocorreu em 1984, quando um ônibus do sistema público de transporte bateu em uma árvore no centro de Funchal, capital da ilha, matando dez pessoas.

Mais Notícias