Topo

ONG: 35 soldados e aliados são mortos em ataques do EI na Síria em 2 dias

2019-04-20T04:39:00

20/04/2019 04h39

Cairo, 20 abr. (EFE).- Pelo menos 35 soldados e combatentes aliados do Governo da Síria morreram nas últimas 48 horas por ataques lançados pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI) em duas regiões desérticas no centro da país, informou hoje o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Em um ataque dos jihadistas à cidade de Al Kawn, situada ao norte de Palmira, na província de Homs, pelo menos 27 membros das tropas do presidente sírio, Bashar al Assad, e de seus aliados foram mortos, entre eles quatro oficiais, nas últimas 48 horas, declarou a ONG.

Ao mesmo tempo, outro ataque dos extremistas em uma região desértica na província de Deir es Zor matou oito militares, incluindo dois oficiais, nos últimos dois dias, disse a fonte.

Este ataque foi reivindicado ontem à noite pela agência "Amaq", através do Telegram, embora a autenticidade desta informação não possa ter sido verificada.

A agência assegurou em comunicado que "a emboscada" dos radicais começou quando os soldados e aliados começaram a perseguir os membros do EI presentes no deserto sírio, próximos a posições controladas por Damasco. EFE

Mais Notícias