Topo

Arábia Saudita denuncia ataque contra 2 postos de bombeamento de petróleo

2019-05-14T10:11:00

14/05/2019 10h11

Riad, 14 mai (EFE).- As autoridades da Arábia Saudita denunciaram nesta terça-feira um ataque com drones contra duas estações de bombeamento de petróleo da companhia estatal Aramco, o que provocou um incêndio e forçou a paralisação das operações em um oleoduto.

O ministro de Energia, Indústria e Recursos Minerais, Khalid al Falih, disse que o ataque com drones aconteceu durante a manhã nas estações de Dawadmi e Afif, na região de Riad, segundo indicou a agência oficial "SPA".

Falih informou que o oleoduto número 8 sofreu um incêndio "que foi controlado por Deus" e que o ataque causou um "dano limitado".

O ministro indicou que a Aramco interrompeu o fornecimento de petróleo pelo oleoduto que leva ao porto de Yanbu.

As autoridades sauditas denunciaram que o ataque atentou contra a segurança no fornecimento energético mundial e apontou como responsáveis as milícias iemenitas houthis, apoiadas pelo Irã.

"Condenamos este ataque covarde (...) que não teve como alvo só o reino, mas a segurança no fornecimento de energia a todo o mundo e a economia internacional", assinalaram as autoridades sauditas.

Os ataques contra instalações sauditas acontecem em um momento de aumento da tensão no Golfo Pérsico após a suposta sabotagem de quatro embarcações no fim de semana passado em águas da Zona Econômica Exclusiva (ZEE) dos Emirados Árabes Unidos. EFE

Mais Notícias