Topo

Secretário de Estado dos EUA diz que chegou a hora de Maduro deixar o poder

2019-05-14T14:40:00

14/05/2019 14h40

Moscou, 14 mai (EFE).- O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, afirmou nesta terça-feira após se reunir com o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, que chegou a hora do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, deixar o poder.

"Os Estados Unidos e mais de 50 países consideram que chegou a hora de Maduro deixar o poder", disse Pompeo em entrevista coletiva concedida ao lado de Lavrov em Sochi, no extremo-oeste da Rússia.

O governo de Donald Trump apoia o líder da oposição e autoproclamado presidente da Venezuela, Juan Guaidó. Já a Rússia é um dos principais aliados de Maduro, mas Pompeo acredita que o chavista deve deixar o poder para "acabar com o sofrimento do povo".

O secretário de Estado dos EUA também comentou o respaldo do Kremlin a Maduro e afirmou que a Casa Branca se opõe a qualquer intervenção externa nos assuntos da Venezuela.

"Esperamos que o apoio russo a Maduro termine", criticou Pompeo, citando os interesses econômicos da Rússia na Venezuela.

Pompeo alegou que a postura americana é de defender que os venezuelanos tenham o direito de escolher seus próprios líderes.

Já Lavrov respondeu que não é possível instaurar uma democracia pela força e criticou os EUA por recorrerem continuamente às ameaças de uma possível intervenção militar na Venezuela

"Isso não tem nada a ver com democracia", disse Lavrov. EFE

Mais Internacional