Topo

Milhares de judeus ultraortodoxos protestam contra o Eurovision em Jerusalém

2019-05-18T15:16:00

18/05/2019 15h16

Jerusalém, 18 mai (EFE).- Milhares de judeus ultraortodoxos protestaram em Jerusalém contra o festival Eurovision, cuja final será disputada em Tel Aviv neste sábado, o dia de descanso para o judaísmo.

Os manifestantes protestaram contra "a horrível profanação do shabat na terra santa" e "o abominável show", noticiou o portal "Ynet". O shabat começa no pôr do sol de sexta-feira e termina no anoitecer de sábado.

A comunidade ortodoxa, que exige durante este período um descanso absoluto sem atividades institucionais nem de órgãos oficiais e no qual não há transporte público, expressou a rejeição ao festival pelos trabalhos requeridos no shabat para a realização da final.

O rabino-chefe ashkenazi de Israel, David Lau, pediu para que se prolongue em 20 minutos o período de descanso.

Também estão previstos protestos em Tel Aviv contra o festival, mas de grupos pró-Palestina críticos à ocupação israelense dos territórios. EFE

Mais Notícias