Topo

Participação nas eleições para o Parlamento Europeu fica em 33% na Letônia

2019-05-25T18:31:00

25/05/2019 18h31

Riga, 25 mai (EFE).- A participação da população da Letônia nas eleições para o Parlamento Europeu neste sábado foi de 33%, segundo o órgão responsável pela organização do pleito no país, uma leve alta em relação a 2014, quando o comparecimento às urnas foi de 30%.

A autoridade eleitoral do país tinha previsto um crescimento maior da participação, já que 11% dos eleitores preferiram votar de forma antecipada nos três dias anteriores ao pleito, um índice bastante superior aos 5% registrados há cinco anos.

Pesquisas publicadas pelos veículos de imprensa local mostram um cenário bastante dividido no país. A emissora de televisão pública, por exemplo, divulgou levantamento que indicava a vitória dos social-democratas, liderados por Nils Usakovs, ex-prefeito de Riga.

No entanto, outra pesquisa dava a vitória para a Aliança Nacional, de centro-direita, com 17,1% dos votos.

Os resultados oficiais só serão divulgados amanhã, após a conclusão da votação nos demais países da União Europeia (UE).

Mais de 1,5 milhão de letões estavam aptos a votar nas eleições para a Eurocâmara, no qual o país tem direito a oito representantes.

A Letônia foi a primeira das três repúblicas bálticas a realizar o pleito. Lituânia e Estônica, com 11 e seis cadeiras no Parlamento Europeu, respectivamente, vão às urnas amanhã.

A Lituânia ainda decidirá amanhã quem será o novo presidente do país. Igrida Simonyte, ex-ministra de Finanças, enfrenta em segundo turno o economista Gitanas Nauseda. EFE

Mais Internacional