Topo

Ataque a 2 povoados na região central do Mali deixa 41 mortos

2019-06-18T16:28:00

18/06/2019 16h28

Bamaco, 18 jun (EFE).- Um grupo de homens armados atacou os povoados de Gangafané e Yoro, na região central do Mali, e matou pelo menos 41 pessoas.

A ação aconteceu na tarde de segunda-feira, de acordo com fontes ouvidas pela Agência Efe. Além dos ataques, cinco pessoas foram sequestradas pelo grupo, que teria mais de 100 integrantes e chegou aos dois locais em motos.

Outras fontes levantaram a hipótese de o ataque ter sido provocado por motivos étnicos. As autoridades do Mali ainda não se pronunciaram sobre o caso.

Os casos ocorreram na região de Mopti, que fica a 50 quilômetros da fronteira do Mali com Burkina Fasso e tem sido palco, nos últimos anos, de um conflito sangrento entre integrantes de dois grupos étnicas - os dogon e os nômades peuls - pelo controle do território.

A instabilidade que afeta o Mali começou com o golpe de Estado de 2012, quando rebeldes da etnia tuaregue, com o apoio de organizações jihadistas, tomaram o controle do norte do país por dez meses.

Os jihadistas foram expulsos do Mali em 2013 graças a uma intervenção militar internacional liderada pela França, mas grandes áreas do país, sobretudo no norte e no centro, não são controladas pelo governo, o que permite a ação de grupos terroristas locais. EFE

Mais Notícias