Topo

Disputa pela sucessão de Theresa May continuará com 4 candidatos

19/06/2019 14h48

Londres, 19 jun. (EFE).- Quatro candidatos seguem no processo de primárias para suceder Theresa May à frente do Partido Conservador e do governo do Reino Unido, depois que o ministro de Desenvolvimento Internacional, Rory Stewart, foi eliminado nesta quarta-feira.

Na terceira votação do processo para escolher o novo líder "tory", o ex-prefeito de Londres, Boris Johnson, que defende a saída da União Europeia (UE) em 31 de outubro com ou sem acordo, voltou a ser o candidato mais respaldado, ao somar 143 dos 313 votos emitidos.

Amanhã serão realizadas novas rodadas de votações, até que restem apenas dois candidatos, que se submeterão então a uma eleição entre os filiados da legenda britânica, cujo vencedor será conhecido no final de julho.

Depois de Johnson, o ministro das Relações Exteriores, Jeremy Hunt, obteve hoje 54 votos, enquanto o titular de Meio ambiente, Michael Gove, conseguiu 51 e o de Interior, Sajid Javid, 38.

Stewart, com 27 votos, foi o candidato menos votado da terceira rodada e, por isso, foi eliminado do processo.

O titular de Desenvolvimento Internacional era o candidato mais moderado a respeito do Brexit e o único que se opunha em qualquer circunstância a uma ruptura não negociada com a UE.

Stewart advertiu nos últimos dias que a UE não outorgará ao Reino Unido mais concessões que as que já foram negociadas com May.

Os quatro "tories" que se mantêm no processo de primárias, por outro lado, apostam em renegociar o acordo de saída, apesar de Bruxelas ter reiterado até agora que não modificará os termos já pactuados.

Johnson, o favorito para ocupar o escritório do número 10 da Downing Street, sugeriu que não pagaria a fatura de saída da UE, de 44 bilhões de euros, se não houvesse mudanças nas condições do divórcio.

O vencedor das primárias conservadoras, que será conhecido durante a semana de 22 julho, herdará o cargo de primeiro-ministro de May, que antecipou sua intenção de renunciar no final de maio. EFE

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Internacional