Topo

Na Rússia, Evo Morales presta homenagem a mortos durante II Guerra Mundial

2019-07-11T07:41:00

11/07/2019 07h41

Moscou, 11 jul (EFE).- O presidente da Bolívia, Evo Morales, depositou nesta quinta-feira uma coroa de flores no túmulo do soldados desconhecido, perto do muro do Kremlin, dedicado aos combatentes soviéticos mortos durante a Segunda Guerra Mundial.

Em nome do presidente boliviano, a guarda do Kremlin colocou a coroa perto da chama eterna da tumba do soldado desconhecido.

Morales colocou as fitas da coroa e fez um minuto de silêncio, após o qual foi entoado o hino boliviano, que Morales escutou com o punho esquerdo levantando e a mão direita sobre o coração.

A cerimônia terminou com honras militares ao presidente boliviano.

O túmulo do soldado desconhecido tem origem em 1966 quando as cinzas de um soldado soviético desconhecido foram retiradas de uma vala comum e levadas para a região de Moscou, onde foram enterradas em uma atmosfera solene nos jardins de Alexandre.

No ano seguinte, foi inaugurado um memorial, cujo principal elemento é a chama eterna.

Mais cedo, Morales foi investido doutor honoris causa pela Universidade Russa da Amizade dos Povos (RUDN) em reconhecimento pelas "conquistas" do presidente em diferentes esferas como o fortalecimento da amizade e a cooperação entre os povos de ambos os países. EFE

Mais Internacional