Topo

Diretor da AIEA decide renunciar ao cargo por motivos de saúde

16/07/2019 18h23

Viena, 16 jul (EFE).- O diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Yukiya Amano, decidiu renunciar ao cargo por motivos de saúde.

A saída de Amano, ex-diplomata japonês de 72 anos, foi confirmada à Agência Efe nesta terça-feira por duas fontes. No entanto, a assessoria de imprensa da AIEA não quis informar nem desmentir se o diretor-geral do órgão apresentou sua carta de renúncia.

"O diretor-geral está em contato com os membros da junta de governadores (da AIEA) para falar sobre seus planos de futuro e fará uma comunicação formal no momento apropriado", respondeu a assessoria de imprensa do órgão em nota.

As fontes ouvidas pela Efe garantem que a renúncia será oficializada nos próximos dias.

O estado de saúde de Amano, que comanda a AIEA desde 2009, piorou nos últimos meses por uma doença sobre a qual o próprio diretor-geral nunca falou sobre em público.

Na semana passada, Amano não participou de uma reunião extraordinária da junta de governadores da AIEA convocada devido à mais recente crise nuclear com o Irã. EFE

Internacional