PUBLICIDADE
Topo

Dorian pode se juntar a tempestade tropical no Golfo do México

03/09/2019 12h10

Miami, 3 set (EFE).- O furacão Dorian, que avança lentamente em direção à Flórida depois de devastar as Bahamas, não é o único motivo de preocupação na bacia do Atlântico, onde nesta mesma terça-feira pode se transformar em uma tempestade tropical que afetaria o México e o sul do Texas.

O "Potencial ciclone tropical 7", como o denomina o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos, está localizado no Golfo do México, a cerca de 320 km do porto mexicano de La Pesca e 360 km de Tampico, também no México.

O sistema está se movendo a para o oeste a 11 km/h com ventos máximos sustentados de 55 km/h, de acordo com o primeiro boletim do NHC.

Espera-se que essas condições sejam mantidas ao longo do dia, com algum fortalecimento dos ventos, e que o "distúrbio" meteorológico se torne uma tempestade tropical à noite.

O sistema pode estar "próximo ou acima da costa do nordeste do México" na tarde de quarta-feira.

A probabilidade de formação de ciclones dentro de 48 horas é de 100% e a mesma porcentagem se aplica na previsão para cinco dias.

São esperadas chuvas de 15 a 30 mm, com acúmulos mais altos, na Serra Madre Oriental e Nuevo León, e de 5 a 10 mm no sul do Texas e a costa mais baixa desse estado dos EUA, com o risco de inundações repentinas perigosas.

A probabilidade de formação de ciclones é de 90%, tanto na previsão de 48 horas como na de 5 dias.

Também em alguns dias, de acordo com o NHC, uma onda tropical surgirá entre o continente africano e Cabo Verde e, no próximo final de semana, também poderá tomar corpo de depressão tropical. EFE