Topo

Passagem de furacão deixa 20 mil pessoas sem energia elétrica nas Bermudas

18/09/2019 21h19

San Juan, 18 set (EFE).- A Belco, empresa subministradora de eletricidade de Bermudas, informou nesta quarta-feira que entre 16 mil e 20 mil dos seus clientes estão sem energia elétrica devido à passagem do furacão Humberto, de categoria 3 na escala Saffir-Simpson, a 160 quilômetros por hora ao oeste-noroeste do britânico.

A empresa advertiu em comunicado que não avisará sobre a queda da eletricidade e pediu para que os clientes só a reportem em caso de urgência.

O ministro de Segurança Nacional das Bermudas, Wayne Caines, pediu para que a população não saiam de casa, depois de ter sido divulgado que algumas pessoas foram para as ruas e inclusive para as praias. Ele avisou também para todos manterem a calma e adotarem as medidas necessárias para resistirem à passagem do ciclone.

Escritórios governamentais e escolas fecharam ao meio-dia (local, mesmo horário de Brasília), e há um aviso para que ninguém esteja nas ruas depois das 17h. Os voos noturnos previstos pra chegar a Hamilton procedentes de Londres, Miami e dois de Nova York foram cancelados.

O olho do Humberto deverá passar perto do noroeste e ao norte das Bermudas nesta noite, e espera-se que a partir da tarde desta quinta-feira começará a perder força, de acordo com boletim do Centro Nacional de Furacões (NHC).

O ciclone causará entre hoje e amanhã até 15 centímetros de acumulações de água, produto das fortes chuvas e de uma forte ondulação, que poderia ocasionar inundações em regiões litorâneas. EFE

Notícias