Topo

Putin cobra investigação objetiva de ataques na Arábia Saudita

18/09/2019 09h59

Moscou, 18 set (EFE).- O presidente da Rússia, Vladimir Putin, que nesta quarta-feira conversou por telefone com o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammad bin Salman, pediu uma investigação objetiva dos ataques cometidos no sábado passado contra duas refinarias da petroleira saudita Aramco.

"Putin expressou a sua preocupação a respeito e defendeu uma investigação profunda e objetiva do ocorrido", informou o Kremlin em comunicado.

O governante russo também abordou com Bin Salman o impacto dos ataques no mercado do petróleo e a implementação dos acordos firmados dentro da plataforma ampliada da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e os demais produtores de petróleo, conhecida como Opep+.

Putin e Bin Salman evidenciaram o desejo de continuarem a coordenar estreitamente as suas posturas para "estabilizar os preços internacionais do petróleo".

Durante a conversa também foi abordada a futura visita de Putin à Arábia Saudita, cujo rei, Salman bin Abdul Aziz al Saud, visitou a Rússia pela primera vez em 2017.

O Kremlin acrescentou que segue de pé a proposta de Putin de fornecer à Arábia Saudita os sistemas de defesa antiaérea s-300 e s-400, oferecidos pelo presidente russo nesta semana, em Ancara, durante a cúpula sobre a Síria entre Rússia, Turquia e Irã.

Bin Salman afirmou nesta quarta-feira que os ataques com drones e mísseis de cruzeiro contra a Aramco representam "um teste real para a vontade internacional diante dos atos de sabotagem que ameaçam a segurança e estabilidade internacional". EFE

Mais Notícias