Topo

Protesto da oposição na Nicarágua termina com pelo menos 3 feridos

21/09/2019 15h42

Manágua, 21 set (EFE).- Pelo menos três pessoas ficaram feridas durante uma manifestação neste sábado, na Nicarágua, contra o governo do presidente Daniel Ortega, em mais um episódio da crise sociopolítica pela qual passa o país há 17 meses.

Um dos feridos é o opositor Pedro Estrada, que sofreu um ferimento na cabeça após uma bomba de luz e som lançada por agentes de choque, como pôde constatar a Agência Efe.

Os outros dois feridos são uma mulher, que desmaiou, e outro homem, ambos sem gravidade.

Os fatos ocorreram na entrada do estacionamento de um prédio no novo centro de Manágua, onde dezenas de nicaraguenses se concentraram para participar da manifestação convocada por dois grupos opositores.

Em outro ponto da capital do país, dezenas de opositores se concentraram também no estacionamento de um edifício e gritavam palavras de ordem contra o governo de Ortega e a favor da liberdade dos chamados "presos políticos", e justiça para as vítimas dos protestos.

A polícia foi mobilizada neste sábado nas principais vias de acesso a Manágua e em diferentes partes da capital antes da manifestação da oposição, que por enquanto se reduziu a concentrações.

A Nicarágua sofre uma grave crise sociopolítica que deixou 328 mortos desde abril de 2018, segundo a Comissão Interamericana de Direitos Humanos, embora alguns grupos aumentem o número de mortes para 595, enquanto o Governo reconhece apenas 200 e denuncia uma tentativa de golpe de estado. EFE

Notícias