Topo

Trump diz que EUA venceriam hipotética guerra tarifária com a União Europeia

16/10/2019 17h50

Washington, 16 out (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sugeriu nesta quarta-feira que o país venceria uma hipotética guerra comercial com a União Europeia (UE).

As declarações de Trump ocorrem às vésperas do início da aplicação de tarifas sobre até US$ 7,5 bilhões em produtos europeus, uma medida autorizada pela Organização Mundial de Comércio (OMC) após um litígio envolvendo subsídios concedidos pela UE à fabricante de aeronaves Airbus.

"(Com a China) ficou provado que não podemos perder uma guerra de tarifas. (...) No caso da União Europeia, estamos ganhando US$ 7,5 bilhões. E a Itália tem uma porcentagem a pagar", disse Trump em entrevista coletiva concedida ao lado do presidente da Itália, Sergio Mattarella, que visitou a Casa Branca hoje.

O presidente americano usou o encontro com Mattarella para se queixar do déficit comercial dos Estados Unidos em relação ao bloco europeu, que fechou 2018 em US$ 109 bilhões.

"É uma situação muito difícil para nós há muitos anos, mas agora se tornou uma situação muito difícil para eles (europeus) porque eu posso remediá-la facilmente. E realmente não há nenhum contra-ataque financeiro. Espero não ter que fazer isso", afirmou.

Trump agradeceu a Mattarella pelo apoio a um hipotético um acordo comercial entre a Casa Branca e a UE. Para ele, é preciso garantir "igualdades de condições" para os trabalhadores americanos.

As tarifas autorizadas pela OMC começarão a ser impostas pelo governo americano na próxima sexta-feira, em represália aos subsídios ilegais recebidos pela Airbus.

Uma grande variedade de produtos será afetada pela medida. Serão sobretaxados produtos como aviões, uísque escocês, azeitonas, queijos, roupas, vinho, entre outros. EFE

Notícias