PUBLICIDADE
Topo

Plano de Trudeau prevê redução de impostos e luta contra a mudança climática

05/12/2019 21h12

Toronto (Canadá), 5 dez (EFE).- O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, apresentou nesta quinta-feira seu novo plano de governo e prometeu reduzir impostos, reforçar a luta contra a mudança climática e proibir a venda de armas destinadas a militares no país.

Depois de vencer as eleições do último dia 21 de outubro, Trudeau enviou ao parlamento do Canadá as medidas que pretende implementar em seu novo mandato. O texto foi lido no parlamento pela governadora geral do país, Julie Payette, que exerce as funções de chefe de estado em representação da rainha da Inglaterra.

No plano, Trudeau disse que adotará algumas das propostas feitas pela oposição, como a concessão de vantagens fiscais para as famílias canadenses, defendida pelo Partido Conservador, e a ampliação da luta contra a lavagem de dinheiro, uma medida apresentada na campanha pelo Novo Partido Democrata (NPD).

Em comunicada depois da leitura do discurso no parlamento, Trudeau disse que "recebeu dos canadenses um mandato para lutar contra a mudança climática, fortalecer a classe média, avançar na reconciliação (com os povos indígenas), manter a população segura e saudável".

Como medida concreta, o premiê disse que trabalhará para livrar o país de emissões de carbono até 2050 e anunciou que, de maneira imediata, reduzirá os impostos cobrados pelo governo, com a exceção das taxas aplicadas aos mais ricos.

O Partido Liberal de Trudeau venceu as eleições gerais de 21 de outubro, mas conseguiu 157 cadeiras das 338 do parlamento do Canadá, perdendo a maioria que tinha desde 2015.

Com isso, o primeiro-ministro terá que buscar apoios pontuais da oposição para aprovar leis e evitar que seu governo acabe de forma prematura com uma moção de censura. EFE