PUBLICIDADE
Topo

Papa diz que Maria é mestiça em missa para homenagear Virgem de Guadalupe

O papa Francisco - Alberto PIZZOLI / AFP
O papa Francisco Imagem: Alberto PIZZOLI / AFP

Cidade do Vaticano (Vaticano)

12/12/2019 16h30

O papa Francisco fez hoje uma reflexão sobre a figura de Maria durante a celebração de uma missa na basílica de São Pedro, no Vaticano, em homenagem à Nossa Senhora de Guadalupe, padroeira da América Latina.

Na homilia, Francisco definiu Maria como "mulher", "mãe" e "mestiça" e classificou a igreja como "feminina" por ter, como uma mãe, a capacidade de receber a graça de Deus. Pelos dois motivos, o papa pediu que, mais à frente, a comunidade eclesiástica discuta o papel da mulher na hierarquia católica.

"Quando buscamos o papel da mulher na igreja podemos seguir o caminho da funcionalidade, mas isso só nos deixaria na metade do caminho. O papel da mulher da igreja vai além, com esse princípio mariano que "maternaliza" a igreja e a transforma na Santa Mãe", disse Francisco durante a cerimônia.

O pontífice também destacou que Maria era uma mulher humilde e jamais quis "tomar para si algo de seu filho".

"Ela se mestiçou para ser uma só com a humanidade. Maria mãe que consegue fazer esta mestiçagem com Deus, verdadeiro Deus e verdadeiro homem. (...) Maria é mãe, mãe do seu filho e Santa Mãe da igreja hierárquica. É mestiça, mulher dos nossos povos que tornou mestiço também Deus", disse o papa.

Internacional