PUBLICIDADE
Topo

Canadá tem vários possíveis casos de coronavírus, informa governo

23/01/2020 20h26

Toronto (Canadá), 23 jan (EFE).- A ministra da Saúde do Canadá, Patty Hajdu, confirmou nesta quinta-feira que autoridades do país estão monitorando a condição de várias pessoas por medo de terem contraído o coronavírus que causou um surto na cidade chinesa de Wuhan.

Hadju disse em Ottawa cinco ou seis pessoas estão sendo monitoradas, e que outra testou negativo nos exames aos quais foi submetida.

Autoridades de saúde na província do Quebec anunciaram na quarta-feira que estavam monitorando a situação de cinco pacientes que têm sintomas de um vírus respiratório após viajarem para a China.

Segundo Hadju, um dos casos possíveis está nessa província, enquanto outro está na cidade de Vancouver, na costa do Pacífico.

Apesar destas suspeitas, a ministra da Saúde detalhou que até agora "não foram detectados casos positivos no Canadá" e que o risco para a população de contrair o vírus, que causou pelo menos 17 mortes na China, permanece baixo.

O novo coronavírus, provisoriamente denominado 2019-nCoV pela OMS, já infectou pelo menos 500 pessoas na China e foi detectado em pelo menos 13 províncias do país.

O Canadá, que em 2003 foi um dos países mais afetados pelo aparecimento da síndrome respiratória aguda grave (SARS), tomou medidas especiais para evitar a repetição do surto que causou 44 mortes no país.

Os aeroportos e hospitais do país têm implementado protocolos para controlar as infecções desde que a magnitude do surto de coronavírus em Wuhan foi divulgada.

As medidas incluem o isolamento de áreas, a sinalização de salas de emergência e a capacitação de profissionais de saúde para coletar amostras de pacientes com sintomas da infecção.

Notícias