PUBLICIDADE
Topo

Merkel dá negativo para novo coronavírus e deixa confinamento de 14 dias

03/04/2020 14h45

Berlim, 3 abr (EFE).- A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, deu apresentou resultado negativo em teste para o novo coronavírus e deixou nesta sexta-feira o confinamento voluntário iniciado em 22 de março, após ter estado em contato com um médico infectado, informou o porta-voz da chefe de governo, Steffen Seibert.

Durante 14 dias, que é o tempo máximo previsto para a incubação do vírus, Merkel trabalhou de maneira remota, mas já deixou o isolamento domiciliar e retomou as atividades normais, segundo explicou Seibert.

"Já retomou fisicamente o trabalho na Chancelaria", explicou o porta-voz.

Ainda de acordo com as informações divulgadas por Seibert nesta sexta-feira, Merkel foi submetida a sucessivos testes para o novo coronavírus, com todos apresentando resultados negativos.

A líder volta à cena em meio a um momento de aprovação na Alemanha pela gestão na crise provocada pela pandemia da Covid-19. Em pesquisa de opinião veiculada pela emissora pública de televisão "ARD", 63% da população aprova o trabalho do governo.

O indicador subiu 23 pontos percentuais, com relação a outra avaliação feita em fevereiro.

Merkel, especificamente, tem 60% de pessoas satisfeitas ou muito satisfeitas com sua liderança, de acordo com a mesma pesquisa. O desempenho da chanceler é o melhor entre os políticos mais importantes do país.

Notícias