PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Chile tem mais de 3 mil novos casos de coronavírus nas últimas 24 horas

Profissional da saúde anda com roupa de proteção contra o coronavírus em Santigago do Chile - Martin Bernetti/AFP
Profissional da saúde anda com roupa de proteção contra o coronavírus em Santigago do Chile Imagem: Martin Bernetti/AFP

11/07/2020 03h56

As autoridades sanitárias do Chile relataram 3.058 novos casos de coronavírus nesta sexta-feira, elevando o total para 309.274 desde o início da pandemia, e disseram que o país ainda está no que chamaram de "melhora moderada".

As novas infecções pelo vírus SARS-CoV-2 diminuíram em território chileno na última semana, assim como o número de testes positivos, segundo o ministro da Saúde, Enrique Paris.

"A taxa positiva de testes PCR caiu para 18% pela primeira vez em muito tempo, e é o declínio mais significativo nos últimos sete dias", afirmou o ministro em sua entrevista coletiva diária.

Entretanto, Paris admitiu que os números não são refletidos em todo o país: "Ainda temos regiões que têm números vermelhos, e temos que reconhecer isto", ponderou

As regiões de Antofagasta, Tarapacá e Arica, todas no norte do Chile, têm mais infecções por 100 mil habitantes do que a região Metropolitana, que foi o principal foco da pandemia no país até o final de junho.

O número de mortes por Covid-19 confirmadas nas últimas 24 horas foi de 99, e com isso o total chega a 6.781. Além disso, 1.990 pacientes são admitidos em unidades de terapia intensiva, 371 deles em estado crítico.

A redução do número de pacientes nos chamados "leitos críticos" se reflete na ocupação da saúde em nível nacional, que, de acordo com o relatório desta quinta-feira da Sociedade Chilena de Medicina Intensiva, caiu para 85% de sua capacidade, subindo para 90% na região metropolitana.

Coronavírus