PUBLICIDADE
Topo

Paraguai pede respeito aos protocolos para conter propagação da Covid-19

14/07/2020 18h54

Assunção, 14 jul (EFE).- O ministro da Saúde do Paraguai, Julio Mazzoleni, reiterou nesta terça-feira, durante a entrega de um primeiro lote de respiradores doados pelos Estados Unidos, que a verdadeira luta contra a pandemia da Covid-19 está nos cidadãos, tendo em conta os casos crescentes de infecção comunitária.

Mazzoleni fez essa afirmação no dia seguinte ao país registrar três novas mortes por Covid-19, subindo para 25 vítimas e com um acumulado de 2.980 casos, dos quais 1.662 estão ativos, a maioria fora dos abrigos onde o vírus foi contido no início da quarentena.

"Quero aproveitar a oportunidade para me dirigir a toda nação paraguaia, uma vez mais (para) lembrar onde devemos enfrentar isso, que é fora dos hospitais o maior tempo possível e fazendo da maneira bem-sucedida que temos feito", disse Mazzoleni.

O ministro destacou que os 50 primeiros respiradores de um lote de 250 entregues pelo embaixador dos EUA no Paraguai, Lee McClenny, servirão para fortalecer o sistema de saúde pública.

E ele insistiu para população "continuar se agarrando nas medidas importantes que são a lavagem das mãos, o distanciamento físico e o uso das máscaras".

Isso se deve ao aumento previsível de casos sem vínculo com o relaxamento da população observado no meio da reabertura quase total das atividades após rigorosas medidas de isolamento nos primeiros meses de quarentena.

A partir da próxima segunda-feira, a fase 4 da chamada quarentena inteligente de ativação progressiva dos setores econômicos é esperado com a incorporação de lazer e outros eventos de congregação em massa.