PUBLICIDADE
Topo

Governo do Japão pede ampliação de férias do Ano Novo para conter contágio

23/10/2020 17h31

Tóquio, 23 out (EFE).- O governo do Japão anunciou nesta sexta-feira que solicitou para empresas e órgãos públicos do país a extensão das tradicionais férias de Ano Novo, em mais uma semana, para tentar escalonar os deslocamentos da população e reduzir os riscos de contágio do novo coronavírus.

O projeto foi apresentado hoje pelo ministro da Revitalização Econômica e coordenador da resposta nacional contra a pandemia da Covid-19, Yasutoshi Nishimura, após reunião com um grupo de especialistas em saúde que assessora o Executivo local.

A extensão do período de férias do Ano Novo, que é uma das épocas mais movimentadas do ano no Japão, tem como objetivo "espalhar o deslocamento" dos viajantes ao longo de mais dias, segundo Nishimura, em entrevista coletiva.

"Iremos propor isso aos departamentos de pessoal dos órgãos públicos, e já comunicamos às principais organizações de empregadores do país", disse o ministro.

Na prática, a ampliação das férias faria com que a volta ao trabalho no Japão fosse em 12 de janeiro, ao invés de 4 do mesmo mês, como estava previsto.

O país asiático vem registrando cerca de 500 casos de infecção pelo novo coronavírus por dia desde setembro, embora há uma semana venha ultrapassando essa barreira consecutivamente.

Ao todo, o Japão registrou 96.533 casos desde o início da pandemia da Covid-19, e 1.715 mortes provocadas pela doença.