PUBLICIDADE
Topo

Reunião coordenadores nacionais encerrasse com análise consequências COVID-19

26/11/2020 13h14

(Informaçao concedida pela entidade que a assina)

"A reunião, que teve lugar durante duas jornadas, centrou-se maioritariamente na pandemia e os seus efeitos sanitários e socioeconómicos.

A declaração trabalhou-se com o anelo de que seja representativa das necessidades dos diferentes estados membros da Conferência Ibero-americana.

Os outros países reconhecem a Andorra "um excelente trabalho" levado a cabo durante a sua presidência.

A reunião extraordinária de Coordenadores Nacionais e Responsáveis de Cooperação dos 22 países que formam a Conferência Ibero-americana encerrou-se nesta quarta-feira depois de duas jornadas de trabalho. O encontro trata, fundamentalmente, sobre a crise causada pelo coronavirus e as suas consequências, tanto sanitárias como socioeconómica, e a disposição dos países em fortalecer a cooperação para enfrentá-la e encontrar as soluções mais adequadas para mitigá-la. Ainda, acabou-se por definir a declaração a volta da qual os ministros de Negócios Exteriores da Conferência trabalharão na sua reunião na próxima segunda-feira, 30 de novembro.

Desta maneira, os Coordenadores Nacionais e os Responsáveis da Cooperação focalizaram os trabalhos levados a cabo nestes dois dias em abordar as consequências da crise causada pela Covid-19 e quais são as ações necessárias para enfrentá-la de agora em diante. Assim, e por primeira vez, os participantes debateram sobre a gestão post-pandemia, ou seja, a realidade que virá uma vez superada a crise sanitária.

Além disso, nesta análise aprofundada do contexto derivado do SARS-CoV-2, os diferentes representantes nacionais trabalharam na declaração da reunião ministerial do dia 30, a última do ano 2020, que tem como principal objetivo que o documento resultante seja representativo dos anelos dos diferentes estados membros da Conferência Ibero-americana.

Durante as duas jornadas de trabalho os estados participantes também fizeram um balanço das diferentes reuniões ministeriais celebradas até hoje com a presidência andorrana e, neste sentido, evidenciou-se "o excelente trabalho" levado a cabo por Andorra, tanto na gestão das reuniões (salientou-se a conveniência dos conteúdos e a sua reorientação para a realidade da pandemia, assim como a pesquisa de consenso e de diálogo permanente com todos os Estados) como nos esforços técnicos e logísticos utilizados para que se levasse a cabo apesar das dificuldades causadas pela pandemia.

O Coordenador Nacional de Andorra e embaixador para a Cimeira Ibero-americana, Jaume Gaytán, incidiu na divisa que Andorra escolheu para esta Cimeira: 'Inovação para o Desenvolvimento Sustentável - Objetivo 2030. Ibero-América perante o desafio do coronavirus'. Salientou que a inovação deixou de ser um sector para passar a ser uma habilidade e enfatizou que gerou um novo âmbito de relação entre a administração pública e a cidadania.

Por sua vez, a secretária geral ibero-americana, Rebeca Grynspan, manifestou que "esta pandemia continua a representar a crise mais grave que viveu a Comunidade Ibero-americana desde a sua criação em 1991. A recuperação será, sem dúvida, uma grande prova para nós e para o multilateralismo em geral. Mas o importante é que temos motivos, ferramentas e experiências para fazê-lo. Porque este ano demonstrou que, embora vivamos submergidos em uma incerteza radical, quando atuamos na cooperação ibero-americana, quando ligamos a experiência com o conhecimento, quando facilitam respostas, isso, em definitiva, salva vidas".

Mais informação

Serviços de comunicação e imprensa da XXVII Cimeira Ibero-americana - Andorra 2020

Fundação Cimeira Ibero-americana

prensa@ciba2020.ad

+376 875700 - ext. 1376

Twitter: @cumbreiberoa

Facebook: https://es-la.facebook.com/CumbreIberoA/

LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/cumbre-andorra-2020/

Instagram: @cumbreiberoa

http://www.cumbreiberoamericana2020.ad"

AGÊNCIA EFE S.A.não se responsabiliza pela informaça que contém esta mensagem e não assume nenhuma responsabilidade perante terceiros sobre o seu conteudo total, estando igualmente desresponsabilizada da entidade autora do mesmo.