PUBLICIDADE
Topo

Senado pode ativar julgamento político de Trump em "1 ou 2 dias"

21/01/2021 21h57

Washington, 21 jan (EFE).- Os democratas do Congresso dos Estados Unidos podem ativar o julgamento político do ex-presidente Donald Trump no Senado em "um ou dois dias", já que consideram o assunto uma prioridade, embora o republicano já tenha sido sucedido pelo democrata Joe Biden.

"O presidente precisa prestar contas", disse, em referência a Trump, o 'número dois' da nova maioria democrata no Senado, Dick Durbin, ao dizer à imprensa que espera que em "um ou dois dias" a Câmara dos Representantes envie os documentos que ativariam o julgamento no Senado.

Durbin disse acreditar que a Câmara "fará o correto ao acusar o presidente pela segunda vez", desta vez sob a acusação de "incitar à insurreição", pelo papel de Trump na invasão ao Capitólio por parte de seus apoiadores no dia 6 de janeiro.

O procedimento é "uma prioridade", comentou Durbin, ao acrescentar que "a verdade" é que o ex-presidente tem que responder por seus atos no que se refere à invasão ao Capitólio, que deixou cinco mortos, entre eles um policial.

Na quarta-feira da semana passada, a Câmara aprovou, com o apoio de dez representantes republicanos, submeter Trump a um segundo julgamento político, mas ainda não enviou ao Senado os documentos de acusação necessários para o início do procedimento.

Trump, que se tornou o primeiro presidente dos EUA a ser submetido a dois processos desse tipo, foi responsabilizado pelos congressistas pela invasão ao Capitólio por ter inflamado os seguidores e sugerido que fossem ao edifício do Congresso para mostrar força.