PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Roma ganha centro de vacinação com capacidade para 3 mil pessoas por dia

25/02/2021 00h09

Roma, 24 fev (EFE).- Roma ganhou nesta quarta-feira o maior ponto de vacinação contra o novo coronavírus da Itália, que foi montado no Centro de Convenções La Nuvola, com capacidade para receber até 3 mil pessoas por dia, segundo afirmou o presidente da região do Lácio, Nicola Zingaretti.

Hoje, no primeiro dia de funcionamento do local, foram imunizadas cerca de 800 pessoas, que se cadastraram previamente e receberam aplicação de dose da vacina da AstraZeneca.

De acordo com a coordenadora de enfermaria do centro, Barbara Porcelli, se trataram de pessoas de 18 a 55 anos, trabalhadores do setor de educação.

O espaço tem 3,5 mil metros quadrados e conta com 50 meses apenas para triagem, além de 50 locais específicos para o processo de imunização.

Todos que circulam a área para receberem a vacina só podem fazê-lo acompanhados de funcionários que monitoram o processo.

Após serem imunizadas, as pessoas precisam ficar 15 minutos em observação, à espera de alguma eventual reação.

Caso não apresenta qualquer tipo de efeito adverso, cada vacino fica em torno de 25 minutos dentro do Centro de Convenções La Nuvola, conforme explicou Porcelli, que admitiu que o processo pode ser ainda mais ágil.

Um dos primeiros professores a serem vacinados hoje, Massimiliano disse à Agência Efe que foi ao local como forma de praticar um ato cívico.

"Reservei esse momento para ajudar ao país, pois quantos mais se vacinarem, antes saíremos dessa", garantiu.

O presidente da região do Lácio ainda anunciou a criação de outro grande ponto de vacinação, que funcionará a partir de 8 de março na estação de Termini, no centro da cidade, enquanto mostrou otimismo com o panorama atual da pandemia.

"Estamos conseguindo, porque a luz no fim do túnel já começa a ser vista", disse Zingaretti.

Em toda a Itália, segundo o Ministério da Saúde, 1.345.839 já estão completamente imunizadas contra o novo coronavírus, ou seja, já receberam duas doses de vacina. EFE

pbj/bg

(foto) (vídeo)