PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Espanha retomará uso de vacina da AstraZeneca contra Covid na próxima quarta

Getty Images
Imagem: Getty Images

EFE

19/03/2021 00h19

A Espanha retomará na próxima quarta-feira a administração da vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca, depois que a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) garantiu que o medicamento é seguro e até agora não há evidência científica alguma entre o imunizante e caso de coágulos sanguíneos.

A ministra da Saúde espanhola, Carolina Darias, anunciou a medida em entrevista coletiva após a reunião extraordinária entre o governo central e as autoridades regionais, na qual foi unanimemente acordado retomar a campanha com a vacina do laboratório britânico.

Darias, que insistiu que o imunizante é "segura e eficaz", justificou a espera de seis dias no fato de que no próximo fim de semana se reunirá com a Conferência de Vacinação, a Comissão de Saúde Pública e várias sociedades científicas para decidir em quais grupos serão retomados.

Na coletiva, a ministra teve a companhia da diretora da Agência Espanhola de Medicamentos e Produtos Sanitários (Aemps), María Jesús Lamas, que destacou que a EMA concluiu que não há relação causal entre a administração da droga e os episódios de trombose detectados. Contudo, ressaltou que o papel da vacina nesses eventos não pode ser descartado.

Lamas disse não crer que a confiança na vacina tenha diminuído. "(A vacina da AstraZeneca) Funciona e o número de eventos de trombose relatados é muito pequeno", argumentou.

Na Espanha, a vacinação com o imunizante da AstraZeneca foi paralisada na última segunda de forma preventiva por um período inicial de dias, enquanto esperava que a EMA dissesse se havia uma relação causal entre os episódios de coágulos sanguíneos e a vacina. No total, houve três casos no país relacionando a formação de trombose e a inoculação.

A campanha de vacinação contra a covid-19 na Espanha será retomada na próxima semana com mais de 940 mil doses da AstraZeneca, paralisadas nos refrigeradores, e será adicionada aos mais de 890 mil frascos da Pfizer e da Moderna.

De acordo com os últimos dados oficiais, o número de pessoas imunizadas com o regime completo na Espanha - ou seja, receberam duas doses - é de mais de 1,8 milhão, pouco mais de 3,8% da população, enquanto mais de 2,2 milhões receberam a primeira inoculação. EFE

nac-ajs/dr

(foto) (vídeo)

Internacional