PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Portugal voltará a aplicar vacina da AstraZeneca na próxima segunda-feira

Getty Images
Imagem: Getty Images

EFE

19/03/2021 00h22

As autoridades sanitárias de Portugal anunciaram nesta quinta-feira que o país voltará a administrar doses da vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca a partir da próxima segunda, após o aval dado hoje pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA) para o imunizante.

A data foi anunciada pelo coordenador do plano de vacinação do país, Henrique Gouveia e Melo, que destacou que, com a suspensão temporária de sua administração, anunciada na última segunda, a inoculação a 120 mil pessoas foi adiada.

"A partir de segunda-feira e acelerando, a intenção é recuperar muito rapidamente essa vacinação, e vacinaremos outras pessoas além dessas 120 mil", declarou o vice-almirante, que prometeu que em uma semana e meia será possível retomar o plano de imunização original.

Gouveia e Melo concedeu entrevista coletiva ao lado do presidente da Autoridade Nacional do Medicamento de Portugal (Infarmed), Rui Ivo, que destacou que as conclusões da EMA são claras. Ele lembrou que a Agência Europeia destacou que os benefícios da vacina superam qualquer risco e que ela não está associada a episódios de trombose.

Também esteve presente a chefe da Diretoria Geral de Saúde (DGS), Graça Freitas, que pediu aos portugueses para "pensarem muito bem" antes de rejeitarem as doses da AstraZeneca. "A alternativa é ficar desprotegido contra uma doença grave e que pode ser letal", frisou.

Portugal se une a países como França, Alemanha e Itália, que já anunciaram que estão retomando a administração do medicamento após o endosso da EMA.

A suspensão em Portugal atrasou o início da vacinação como grupo prioritário de professores, programada para o próximo fim de semana e que tem como nova data os dias 27 e 28 deste mês. Na semana passada, o país havia recomendado a vacina da farmacêutica britânica também para pessoas com mais de 65 anos de idade. EFE

cdb/dr

(foto)

Internacional