PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Equador se aproxima da marca de 20 mil mortes por Covid-19

07/05/2021 02h32

Quito, 6 mai (EFE).- O Equador registrou 2.279 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando a 395.327 desde o início da pandemia, enquanto as mortes chegam a 19.018, após a confirmação de novas 155 vítimas, de acordo com informações divulgadas nesta quinta-feira pelo governo local.

Os óbitos estão divididos entre os 13.823 confirmados e os 5.195 provavelmente em decorrência da doença, diz o relatório diário oficial do Ministério da Saúde Pública.

Das 24 províncias do país, Pichincha, cuja capital é Quito, é a mais afetada com um total de 138.693 infecções, 686 a mais do que ontem, seguida pela costa de Guayas, com Guayaquil na liderança, com 53.167 positivos, 568 a mais que no dia anterior.

No Equador está em vigor um estado de emergência, que inclui toque de recolher diário das 20h às 5h (hora local) em 16 das 24 províncias, e terá duração até o próximo dia 20.

De acordo com o plano de vacinação contra a Covid-19 promovido pelo governo, até ontem foram aplicadas as primeiras doses em 889.218 pessoas e 252.044 já receberam a segunda, de um total de 1.141.262 aplicadas.

O Equador recebeu até o momento cerca de 2,1 milhões de doses de várias empresas farmacêuticas.

O presidente equatoriano, Lenín Moreno, cujo mandato termina no próximo dia 24, prevê que seu governo conseguirá aplicar 4 milhões de doses até esta data, mas já anunciou que deixará ao seu sucessor, Guillermo Lasso, negociado 20 milhões de doses de vacinas com diferentes farmacêuticas, para imunizar cerca de 9 milhões de pessoas até o final do ano, ou seja, 60% da população total do país.