PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Taxa de ocupação das UTIs espanholas baixa de 20% pela 1ª vez desde abril

13/05/2021 18h23

Madri, 13 mai (EFE).- A taxa de ocupação das unidades de terapia intensiva da Espanha está abaixo de 20% pela primeira vez desde o início de abril, enquanto a incidência do coronavírus continua a diminuir, situando-se em 166,32 casos por 100.000 habitantes, de acordo com dados oficiais divulgados nesta quinta-feira.

Os últimos números fornecidos pelo Ministério da Saúde espanhol indicam uma ligeira diminuição da pressão média sobre as UTIs, que se situa agora em 19,5%.

No dia 30 de março, este indicador era de 18,5%, uma data considerada pelas autoridades sanitárias como um ponto de inflexão do início da quarta onda da pandemia no país.

Nas últimas 24 horas foram contabilizadas 5.701 novas infecções na Espanha, elevando o número total desde o início da pandemia para 3.598.452, e mais 73 mortes, para um total de 79.281, das quais 256 foram relatadas nos últimos sete dias.

Quanto ao ritmo da vacinação, o presidente do governo espanhol, Pedro Sánchez, anunciou nesta quinta-feira que durante o mês de junho a Espanha receberá 13 milhões de doses da vacina Pfizer, cerca de um milhão a mais por semana.

Sanchez disse que em junho a Espanha passará de receber 1,7 milhão de doses semanais da Pfizer para 2,7 milhões e comemorou o "novo salto qualitativo" na campanha de vacinação.

"Estamos no bom caminho para alcançar a imunidade de grupo, o que significa que 33 milhões de compatriotas serão vacinados até meados de agosto", destacou o chefe do governo espanhol.

"Restam-nos 97 dias para alcançarmos a imunidade de grupo, para que possamos superar esta pandemia", completou Sánchez.