PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
15 dias

Marrocos convoca embaixadora em Madri para consultas

18/05/2021 22h53

Rabat, 18 mai (EFE).- O governo do Marrocos convocou a embaixadora do país em Madri, Karima Benyaich, para consultas nesta terça-feira, pouco após a diplomata ter sido chamada à sede do Ministério das Relações Exteriores da Espanha.

Fontes diplomáticas marroquinas disseram à Agência Efe que ainda não sabem mais detalhes sobre a convocação, o que aumenta a tensão entre Rabat e Madri a níveis não vistos ao longo da última década.

Esta convocação para consultas ocorre enquanto o presidente do governo espanhol, Pedro Sánchez, está na cidade de Ceuta, onde chegou de helicóptero nesta tarde.

A última vez que um embaixador marroquinho foi chamado a Rabat ocorreu em 2007, quando o Marrocos convocou o então embaixador Omar Azziman para protestar pelo anúncio da visita dos reis da Espanha a Ceuta e Melilha.

Pouco antes desta nova convocação para consultas, a embaixadora havia sido chamada pelo Ministério das Relações Exteriores da Espanha, onde a chefe da diplomacia espanhola, Arancha González-Laya, expressou "repúdio" e "desgosto" pela entrada em massa de 6 mil migrantes à cidade de Ceuta nas últimas horas.

A ministra espanhola lembrou a Benyaich a "corresponsabilidade" na gestão das fronteiras e expressou o "desejo" do governo de "olhar para o futuro e evitar que atos como estes possam voltar a se repetir".

González-Laya pediu o "compromisso (do governo marroquino) para que retornem todos os cidadãos que entraram de maneira irregular" na Espanha, segundo explicou à imprensa.

De acordo com o ministro do Interior, Fernando Grande-Marlaska, a Espanha conseguiu devolver 2.700 das 6 mil pessoas que violaram a fronteira.

A chefe da diplomacia espanhola também disse que a Espanha pretende manter "relações de boa vizinhança" e "estreitas" entre os países.