PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Maduro exige que Biden "desbloqueie dinheiro das vacinas" para a Venezuela

12/06/2021 04h06

Caracas, 11 jun (EFE).- O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, exigiu nesta sexta-feira ao presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, que "desbloqueie o dinheiro das vacinas" contra a covid-19, um dia depois que seu governo denunciou que US$ 10 milhões destinados pelo país caribenho ao mecanismo Covax, da Organização Mundial da Saúde (OMS), estavam retidos.

"Eu exijo hoje, 11 de junho, na Venezuela, que o governo de Joe Biden cesse o bloqueio do dinheiro da Venezuela para as vacinas do Covax, que o governo de Joe Biden desbloqueie o dinheiro para as vacinas para o povo da Venezuela", disse Maduro em ato transmitido pela rede estatal de televisão "VTV".

A vice-presidente executiva do país sul-americano, Delcy Rodríguez, denunciou ontem que, a partir do mecanismo Covax, o governo venezuelano foi informado que parte dos recursos depositados para a compra de vacinas "foi bloqueada por um banco internacional e está sob investigação".

"Com esta ação ninguém pode negar que estas medidas coercitivas unilaterais são criminosas", afirmou.

O comunicado no qual o Covax relata o bloqueio desses fundos foi posteriormente divulgado pelo ministro das Relações Exteriores venezuelano, Jorge Arreaza, no Twitter. Ele contou que o governo do país recebeu uma notificação detalhando os depósitos feitos e a retenção de mais de US$ 10 milhões por parte do banco.

MADURO COBRA ENVIO DE VACINAS.

"Depositamos todo o dinheiro, e o sistema Covax tem dinheiro suficiente para começar a enviar vacinas para a Venezuela imediatamente. O sistema Covax não tem desculpa para não enviar as vacinas para a Venezuela", declarou Maduro nesta sexta.

O presidente da Venezuela explicou que o país transferiu "mais de US$ 100 milhões (...) mas o sistema Covax veio e anunciou (...) que os últimos US$ 10 milhões (...) repassados em 4 depósitos diferentes tinham sido bloqueados pelo governo dos EUA".

"É por isso que exijo que o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, desbloqueie imediatamente o dinheiro da Venezuela para as vacinas do sistema Covax. A Venezuela exige que Joe Biden liberte esta medida criminosa contra a saúde do povo venezuelano", concluiu.