PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Biden diz ser melhor se encontrar cara a cara; Putin deseja cúpula produtiva

16/06/2021 20h52

Genebra, 16 jun (EFE).- Os presidentes dos Estados Unidos, Joe Biden, e da Rússia, Vladimir Putin, trocaram algumas palavras no início da sua cúpula desta quarta-feira, em Genebra, quando o americano disse ser melhor se encontrar cara a cara e o russo destacou que esperava uma reunião "produtiva".

O primeiro a falar foi Putin, que enfatizou que "muitas questões se acumularam nas relações russo-americanas".

"Espero que nosso encontro seja produtivo", declarou o presidente russo no início do encontro em Villa La Grange.

"Senhor presidente, gostaria de agradecê-lo por sua iniciativa de realizar esta reunião", acrescentou Putin, sentado em uma das bibliotecas da mansão ao lado de Biden e dos seus respectivos responsáveis de Relações Exteriores, o russo Sergey Lavrov e o americano Antony Blinken.

Biden disse "obrigado" depois que seu homólogo russo afirmou que esperava uma reunião produtiva e acrescentou: "Como sempre disse, é melhor encontrar-se cara a cara".

O presidente dos EUA lembrou ainda que durante este dia ambos tentarão determinar onde residem seus interesses mútuos e onde residem seus desacordos.

"Podemos fazer de tudo para discutir os assuntos de maneira profissional e previsível", ressaltou.

Os dois líderes falaram brevemente diante dos jornalistas no início da cúpula, antes que os repórteres fossem retirados da sala.

Ao ser questionado se confia em Putin, Biden balançou a cabeça afirmativamente.

Quando um repórter questionou o presidente russo sobre se ele temia o opositor preso Alexei Navalny e o que ele faria se a Ucrânia aderir à OTAN, Putin ergueu os olhos e não respondeu.